14/04/2009

ERA ASSIM...

Na minha época eu adorava uns programas que até hoje deixam saudade...

(eu sonhava em ser como ela...rs...)

"Jeannie é um Gênio" - (em inglês, "I Dream Of Jeannie") foi uma série de televisão estadunidense transmitida de 1965 a 1970. Foi criada e produzida por Sidney Sheldon, distribuída pela Columbia Pictures, composta de cento e trinta e nove episódios. Seu famoso tema musical foi composto por Buddy Kaye e Hugo Montenegro.
O então Capitão Anthony Nelson, piloto da Força Aérea Americana e depois astronauta da NASA, cai acidentalmente numa ilha, onde encontra uma misteriosa garrafa. Ao abri-la, descobre que a mesma era a morada de uma moça chamada Jeannie, que é um gênio das histórias das Mil e Uma Noites, com incríveis poderes e que o chama de "amo". O piloto a liberta, mas a moça se apaixona por ele e o acompanha até sua casa nos Estados Unidos, onde passa a tumultuar a vida do pobre homem e do Dr. Bellows, médico e psiquiatra que acompanha Nelson e tenta descobrir a causa das coisas estranhas que passam a acontecer quando ele está por perto, mas sempre é convencido de que o louco é ele e não o piloto.
O melhor amigo de Nelson, o atrapalhado e metido a Don Juan Roger Healey, acaba por descobrir o segredo da garrafa ao tentar namorar Jeannie quando a conhece na forma de uma moça comum. Embora tente sempre aproveitar os poderes do gênio e até conquistar suas atenções amorosas, Healey se mantém fiel a Nelson durante a série e guarda o segredo do amigo, e até tenta ajudá-lo a sair das enrascadas em que Jeannie o envolve, o que quase nunca consegue.
Quando Nelson não se vê envolvido nas confusões de Jeannie, sofre com todo o tipo de invasão de parentes, amigos e até animais de estimação de Jeannie (um cão invisível que odeia uniformes), todos com poderes mágicos. O depois Major Nelson acaba se rendendo aos encantos de Jeannie e se casa com ela, fato geralmente apontado como o que levou ao fim da série.

(ninguém merece uma sogra como essa...rs...)

"Bewitched" - ("Casei com uma Feiticeira" em Portugal e "A Feiticeira" no Brasil) foi uma série de televisão americana transmitida de 1964 a 1972.
A série relata o dia-a-dia de uma família americana de classe média formada pela bela Samantha; seu marido Darrin (no Brasil, seu nome foi trocado para James, pois a pronúncia soava melhor), um publicitário; e os filhos, Tábatha e Adam. Nada de mais haveria se Samantha não fosse uma feiticeira poderosa, que se casara com um mortal e fez a opção pessoal de viver feliz ao marido sem fazer uso de seus poderes. Só que, com as muitas confusões provocadas por seus familiares bruxos - em especial a mãe, a terrível e adorável Endora, que não se dá bem com o genro, apelidando-o inclusive de Dumbo, por causa de suas orelhas (como também o apelida de Jonathan) -, Samantha acaba tendo sempre que mexer seu nariz e libertar o poder para resolver as diversas situações, em sua maioria cômicas.

Outros personagens importantes na série são o volúvel patrão de Darrin, Larry Tate, sócio da agência McMann & Tate; o pai de Samantha, Maurice; o tio palhaço, Arthur; a tia Clara, boazinha e atrapalhada; a não menos atrapalhada babá Esmeralda; e o médico especial dos feiticeiros, Dr. Bombay; Serena, uma tresloucada prima de Samantha idêntica a ela; e é claro, Endora.


(As panteras: gente, era tuuudo! Eu era a loira... Tadinha de mim...)

"Charlie's Angels" - ("Anjos de Charlie" em Portugal e "As Panteras" no Brasil) é uma série de TV norte-americana produzida por Aaron Spelling e Leonard Goldberg para a Rede ABC, levada ao ar em cinco temporadas de 1976 a 1981. Foi criada por Spelling, Goldberg, Ivan Coff e Ben Roberts e possui 115 episódios no total.
O seriado traz três belas, corajosas e inteligentes mulheres que trabalham na Agência de Detetives Charles Townsend, comandada pelo misterioso chefe que jamais aparece, apenas passa as orientações por meio de um viva-voz. Seu homem de confiança, John Bosley, é quem trata pessoalmente com as moças, de nomes Sabrina Duncan, Kelly Garrett e Jill Munroe.

(E a mulher biônica, então? Ela corria a 200km/h, dava saltos inimagináveis, tinha uma força espetacular e era linda! Quem não queria?)

"A Mulher Biônica" - (título original: "The Bionic Woman") foi um seriado de televisão norte-americano spin off de "The Six Million Dollar Man" sobre a ciborgue Jamie Sommers, interpretada por Lindsay Wagner.
A idéia da "mulher biônica" apareceu em 1975, num episódio de duas partes chamado "The Bionic Woman". Nele, aparece a personagem de Jaime Sommers, uma jogadora de tênis profissional e antigo interesse amoroso de Austin, que sofreu a cirurgia dos implantes biônicos após ter se acidentado em uma queda de paraquedas. Seus implantes eram similares a de Austin, mas na história falham e ela morre. Com a popularidade da personagem, ela foi revivida na temporada seguinte (por intermédio da criogenia), ganhando em 1978 sua própria série.



(E o homem de seis milhões de dólares: Sexo com ele nem pensar, né? Será que dava? kkkkk)

"The Six Million Dollar Man" - foi uma série de televisão estado-unidense produzida e exibida entre 1974 a 1978 pelo canal ABC.
A série é sobre o ciborgue Steve Austin, interpretado pelo ator Lee Majors. No Brasil a série se denominou "O Homem de Seis Milhões de Dólares" ou também de "O Homem Biônico". A série era na época costumeiramente reprisada pela Rede Bandeirantes.
O programa trazia episódios de 60 minutos, produzidos por Harve Bennett. Deu origem (spin off) à série da "Mulher Biônica" ou "The Bionic Woman".


Beijo...

9 comentários:

Pucca disse...

Caraca! Só você mesmo...rs...

:)

P.S. A postagem de hoje é altamente provocante, passa lá pra você ver...rs...

Thania disse...

Nossa, esses seriados são MEGA antigos...desses eu me lembro mesmo da Jennie e da Feiticeira. Qdo eu era criança assistia muito com meu pai! Ele amava! rs...isso me faz lembrar dele.

Bjos

Tel Monteiro disse...

Oiiii

Eu já me fantasiei de feiticeira e foi muito engraçado pois todo mundo dizia q eu estava igualzinha!!!

Teu blog tá MARA!!!

beijinhos

Ana Paula disse...

Eu adorava a Feiticeira...de vez em quando essas séries ainda passam no canal fechado TCM. E eu assisto. :)

bjs

Celamar Maione disse...

Eu gostava da "Jeannie é um Gênio" e amava " As Panteras". Saudade !
Boa lembrança.
Beijos !

Na. disse...

Ahh, desses ai eu assistia A Feiticeira, quando passava na Rede TV (não sei se ainda passa), e achava muito bom, melhor que o remake que fizeram no filme com a Nicole Kidman!

Ótimo aqui! Sempre que possivel retornarei!

Xerus
=***

L. disse...

Ai, nada disso da minha época (me senti garotinha agora - hehehehe).
Um beijo,
L.

Judith disse...

Eu adorava Jeannie e a Feiticeira.
Assistia sempre, eu era bem criança ainda. Mas me lembro de tudo. E acrescento aqui "Profissão Perigo" (McGyver) kkkkkkkk. Eu também era muito fã!
Beijos, querida. E um resto de semana de pantera pra vc! rsrs

Edna Fadinha disse...

Poxa Dione me lembro de todos e adorava.É sempre bom relembrar bons momentos,ai,ai...
Tenha um bom Feriado e FDS!
Bjs